DESTAQUES

6 de agosto de 2019
Toque e furo do pneu tiraram Felipe Drugovich do pódio na segunda prova da Fórmula 3 FIA na Hungria

Brasileiro teve ótimo final de semana, disputando posições no pódio e no top 6
diretamente com o líder do campeonato

 

O Circuito de Hungaroring, próximo a Budapeste, capital da Hungria, foi palco para a 5ª etapa do Campeonato de Fórmula 3 FIA, penúltimo “degrau” para os pilotos que buscam uma vaga na principal competição do automobilismo mundial, a Fórmula 1. E a rodada húngara da Fórmula 3 FIA foi também o palco para o melhor final de semana do brasileiro Felipe Drugovich na temporada.

Depois de um sábado em que foi o 10º colocado na tomada de tempos em um grid composto por 30 pilotos do mundo todo e de terminar a primeira corrida em 6º, Felipe Drugovich foi um dos protagonistas de uma bela disputa por uma posição no pódio da segunda prova da rodada.

Felipe Drugovich largou em 3º neste domingo, às cinco horas da manhã pelo horário de Brasília, e por 14 voltas manteve-se nesta posição, lutando para conquistar seu primeiro pódio na temporada. A boa disputa de sábado com Robert Shwartzmann, o líder do campeonato, se repetiu no domingo e só terminou a sete voltas do final quando o piloto russo tocou levemente com sua asa dianteira o pneu traseiro direito do carro de Felipe Drugovich.

O toque imediatamente furou o pneu do piloto brasileiro, que, por isso, recolheu seu carro para uma área segura do circuito e abandonou. “Foi uma pena, depois eu vi o vídeo, o toque aconteceu por centímetros. Dava para defender pelo resto da corrida e chegar em terceiro”, lamenta o piloto de Maringá (PR), que em 2018 foi o campeão do Eurofórmula 3 Open com 14 vitórias em 16 corridas.

O balanço do final de semana de Felipe Drugovich e de sua equipe, a inglesa Carlin Buzz Racing, foi muito positivo. “O final de semana como um todo foi muito bom, toda a equipe deu um belo passo à frente e isso deixa a todos muito otimistas para as últimas três rodadas”, garante Felipe Drugovich, 19 anos. “Me senti mais confortável e mais confiante com o carro, consegui brigar pelo ‘top 10’ nas duas provas e sempre com o Shwartzmann, que é o líder do campeonato. Na primeira ele terminou exatamente à minha frente, em 5º, e ontem estive sempre à frente dele até acontecer o toque e o furo do pneu”, finalizou.

A Fórmula 3 FIA faz uma pequena pausa e estará de volta às pistas no final do mês, quando realizará sua 6ª etapa em Spa-Francorchamps, na Bélgica, entre os dias 30 de agosto e 1º de setembro. Depois, no final de semana seguinte, chegará à Monza, na Itália, quando terá sua 7ª etapa, entre 6 e 8 de setembro.

Felipe Drugovich compete com apoio de Drugovich Auto Peças, que atua no ramo de peças para caminhões e ônibus.

Texto: Assessoria
Foto: Divulgação