GERAL

6 de setembro de 2019
Team Ginetta Brasil corre a 5.ª etapa em Interlagos (SP)

O Team Ginetta Brasil está pronto para mais um desafio na Império Endurance Brasil 2019, com a quinta etapa que será realizada na sexta e sábado (6 e 7/9), no Autódromo de Interlagos, em São Paulo (SP). Na temporada 2019 a equipe já conquistou o quarto lugar em Curitiba, a vitória em Goiânia, outra quarta colocação em Santa Cruz do Sul, e, uma terceira posição no Velopark, na categoria P1. Agora os pilotos Wagner Ebrahim, Pedrinho Aguiar e Fábio Ebrahim estão confiantes na primeira vitória na Geral, porque o protótipo Ginetta G57 que vai disputar as Quatro Horas de Interlagos já foi revisado e está pronto para mais essa prova, e porque a primeira vitória na categoria P1 já veio, agora o Team Ginetta Brasil vai em busca da primeira vitória na Geral, para deslanchar no campeonato.

Na quarta etapa da Império Endurance Brasil 2019, durante as Três Horas do Velopark, em Nova Santa Rita (RS), o Ginetta G57 teve uma quebra de homocinética e perdeu muito tempo na pista e nos box para o reparo, totalizando 24 voltas no total. Fábio Ebrahim foi para a primeira tocada da 4.ª etapa da Endurance Brasil 2019, com o Ginetta G57 ganhou três posições na largada e passou a administrar sua corrida, acompanhando de perto os quatro primeiros colocados Pedro Queirolo, Vicente Orige, Tiel Andrade e Henrique Assunção. No decorrer da prova, teve duas intervenções do safety car, mas o piloto Fábio conseguiu negociar bem as ultrapassagens, se mantendo na quinta colocação. Na abertura da primeira janela para a troca de pilotos e reabastecimento, Fábio passou o Ginetta G57 para Pedrinho Aguiar, na 37ª volta, perdendo três voltas nos boxes.

Pedrinho Aguiar retornou à pista com o Ginetta G57 em sexto lugar na Geral e passou a imprimir ritmo forte de corrida, negociando bem as ultrapassagens sobre retardatários e reconquistando a quinta posição na Geral. Com 45 voltas, quebrou a homocinética do Ginetta G57 e Pedrinho ficou parado na pista por quatro voltas até entrar o safety car e ser rebocado para os boxes. O Team Ginetta Brasil fez a troca da homocinética e recolocou o carro na pista em 20 voltas, num excelente trabalho. Pedrinho voltou na 28.ª posição e iniciou nova corrida de recuperação chegando ao 23.º lugar até a terceira parada. Wagner assumiu o controle do carro novamente na voltas 93, voltando em 25.º lugar. Mas também em boa corrida de recuperação, foi ganhando posições, para garantir os 75% de participação na prova e pontuar na corrida, minimizando a perda com a quebra da homocinética. Com 118 voltas, Wagner era o 22.º colocado, com 140 voltas passou para o 22.º lugar e na volta 143 assumiu a 20.ª posição na Geral e terceiro na Categoria P1, onde recebeu a bandeirada final.

– Programa da Prova –

Sexta-feira (6/9): 1.º Treino Oficial para todas as categorias, das 9h15 às 10h15; 2.º Treino Oficial para todas as categorias, das 12h20 às 13h05; 3.º Treino Oficial para todas as categorias, das 15h20 às 16h20; Treino Classificatório das categorias P2, P3 e P4 às 17h30; Treino Classificatório das categorias GT3 e GT4, às 17h45; Treino Classificatório da categoria P1 às 18 horas; Briefing com os pilotos, às 18h30; 4.º Treino Oficial para todas as categorias, das 19h30 às 20h30. Sábado (7/9): 13h55 – Warm up da Endurance Brasil; 15h45 – Ação promocional Via Itália; 16h30 – Abertura de box; 16h35 – Fechamento de box; 16h36 – Hino Nacional com todas as equipes perfiladas; 16h40 – Placa de 5 minutos; 16h45 – Volta de apresentação; 16h48 – Largada da Prova Quatro Horas de Interlagos; 21 horas – Pódio Geral e por categorias, com troféus do 1.º ao quinto colocado.

– Classificação –

A classificação na Categoria P1, após 4 etapas é a seguinte: 1.º) Pedro Queirolo/Davi Muffato (P1 – AJR), 385 pontos; 2.º) Wagner Ebrahim/Pedro Aguiar/Fábio Ebrahim (P1 – Ginetta G57), 335; 3.º) Nilson Ribeiro/José Roberto Ribeiro (P1 – AJR), 295; 4.º) Vicente Orige/Tarso Marques (P1 – AJR), 200; 5.º) Carlos Kray (P1 – AJR). Na Força Livre Geral, a classificação é: 1.º) Xandy Negrão/Xandinho Negrão (GT3 – Mercedes AMG), 310 pontos; 2.º) Pedro Queirolo/Davi Muffato (P1 – AJR), 280; 3.º) Chico Longo (GT3 – Ferrari 488), e Marcel Visconde/Ricardo Maurício (GT3 – Porsche 911), 255; 4.º) Nilson Ribeiro/José Roberto Ribeiro (P1 – AJR), 245; 5.º) Wagner Ebrahim/Pedro Aguiar/Fábio Ebrahim (P1 – Ginetta G57), 205.

 

Texto: Assessoria
Foto: Divulgação