GERAL

13 de março de 2018
Stock Car: Suzuki/Vernay conquistam 21 posições e abrem temporada com top-10 na Corrida de Duplas

 

Na chuva, Rafael Suzuki largou em 29º e entregou o carro em 15º para Vernay, que completou a corrida de recuperação da dupla em 8º, em Interlagos, garantindo bons pontos na primeira etapa do campeonato

 

Uma Corrida de Duplas cheia de emoções abriu neste sábado (dia 10) a histórica 40ª temporada da Stock Car, a principal categoria do automobilismo nacional, em Interlagos (SP). Com 66 pilotos, 33 duplas, a corrida ainda teve chuva, minutos antes da largada, para trazer novas variáveis para a disputa. Nessas condições, Rafael Suzuki e JK Vernay fizeram uma grande corrida de recuperação. Depois de largar em 29º, o piloto da Bardahl Hot Car conquistou 21 posições e ficou com o 8º lugar geral após 31 voltas.

Os pilotos já haviam saído para a volta de apresentação, quando uma forte chuva começou e a prova foi interrompida com bandeira vermelha para que os pilotos colocassem pneus de chuva, e então a corrida teve sua largada com Safety Car.

Na primeira parte da prova, Suzuki – que teve problemas na classificação – conseguiu escalar o pelotão, com ritmo constante e muitas ultrapassagens.  Quando entrou nos boxes para a troca de pilotos e pneus, o piloto do carro #8 já tinha ganhado 14 posições, e estava em 15º, faltando cerca de 15 minutos para o fim da prova. Com o rápido trabalho da equipe no pit-stop e a performance de Vernay, eles conseguiram avançar ainda mais e cruzaram a linha de chegada em 9º lugar. Depois, ainda herdaram mais uma posição, devido a punição de outra dupla, finalizando o fim de semana com 8º lugar. 

Estreando na equipe Bardahl Hot Car, Suzuki ficou satisfeito com o resultado e elogiou o trabalho de Vernay a bordo do Stock #8. “Foi muito bom. Santa chuva, que caiu na hora certa. Na hora que eu vi a chuva, eu comemorei. Não por excesso de confiança, mas obviamente porque a chuva cria algumas variáveis. No meu stint, a visibilidade no carro estava muito boa, estava rápido e deu para escalar o pelotão e aproveitar as confusões que aconteceram”, destacou o piloto que faz sua quinta temporada na Stock Car.

“O Vernay também foi muito bem. Pegou o carro e foi escalando ainda mais. Acho que o resultado é merecimento do trabalho duro da equipe. Obviamente, que temos de investigar algumas coisas, melhorar o carro, mas é assim. Quando a equipe é esforçada, o resultado vem e todos mereceram pelo tanto que eles trabalharam neste último mês”, destacou Suzuki, que no ano passado conquistou seu primeiro pódio na categoria e vem numa crescente na competição.

Vernay gostou da primeira experiência na Stock. Campeão francês de F-Renault, vencedor das 24 Horas de Le Mans na GTE-Am, campeão da Indy Lights, atual campeão do TCR Series, entre outros títulos, o piloto destacou o alto nível da disputa e espera voltar numa próxima oportunidade. “Gostei muito da experiência e espero fazer essa corrida todo o ano agora. O nível é muito alto e a briga foi grande. A equipe fez um grande trabalho, o carro estava muito bom na corrida. Estar entre os 10 foi incrível e acredito que todos ficaram muito felizes com o resultado”, declarou.

Com o bom resultado, Rafael Suzuki começou o ano na zona de pontuação, e ocupa a 8ª posição entre os 33 pilotos da categoria. A Bardahl Hot Car em 4º lugar entre as equipes. 

A vitória na Corrida de Duplas ficou com o atual campeão Daniel Serra, que formou dupla com João Paulo de Oliveira. Rubens Barrichello e o português Filipe Albuquerque terminaram em 2º. Cesar Ramos e o sul-africano Kelvin Van Der Linde cruzaram em 3º, mas tomaram uma punição ao final da prova. Ricardo Maurício e Felipe Nasr herdaram o posto.

A próxima etapa da Stock Car 2018 acontece entre os dias 6 e 8 de abril, em Curitiba, no formato de rodada dupla. 

Resultado Oficial – Corrida de Duplas – Stock Car:

1. 29 D.Serra/J.P.Oliveira (Eurofarma RC) – 31 voltas em 1h02min03s255 (média de 129,1 km/h)
2. 111 R.Barrichello/F.Albuquerque (Full Time Sports) – a 2s214
3. 90 R.Maurício/F.Nasr (Full Time Sports) – a 7s094
4. 10 R.Zonta/L.Vanthoor (Shell V-Power) – a 7s757
5. 65 M.Wilson/F.Giaffone (Eurofarma RC) – a 10s024
6. 80 M.Gomes/P.Derani (Cimed Racing) – a 11s237
7. 18 A.Khodair/A.Hellmeister (Blau Motorsport) – a 12s372
8. 8 R.Suzuki/J.K.Vernay (Hot Car Bardahl) – a 15s232
9. 117 G.Salas/M.Altuna (Hot Car Bardahl) – a 18s014
10. 12 L.Foresti/J.D’Ambrosio (Cimed Racing) – a 20s786
11. 51 A.Abreu/M.Winterbottom (Shell V-Power) – a 22s408
12. 30 C.Ramos/K.V.D.Linde (Blau Motorsport) – a 26s428*
13. 0 C.Bueno/F.Massa (Cimed Racing) – a 28s340
14. 1 A.Pizzonia/O.Jarvis (Prati-Donaduzzi) – a 47s991
15. 9 G.Lima/G.Myasava (Squadra G-Force) – a 1min00s757
16. 77 V.Brito/J.Bleekemolen (Eisenbahn Racing Team) – a 1min18s313
17. 55 S.Jimenez/F.Carbone (Squadra G-Force) – a 1 volta
18. 43 V.Meira/V.Orige (Scuderia Colón) – a 1 volta
19. 25 T.Rocha/R.Matos (Vogel Motorsport) – a 1 volta
20. 5 D.Navarro/F.Girolami (Cavaleiro Sports) – a 1 volta
21. 28 G.Osman/D.Fineschi (Cavaleiro Sports) – a 1 volta
22. 84 T.Marques/F.Croce (Scuderia Colón) – a 1 volta*
23. 46 V.Genz/D.Muffato (Eisenbahn Racing Team) – a 6 voltas
24. 4 J.Campos/J.Green (Prati-Donaduzzi) – a 8 voltas
NÃO COMPLETARAM:
25. 110 F.Lapenna/G.Robe (Cavaleiro Sports) – a 11 voltas
26. 44 B.Baptista/N.Figueiredo (Hero Motorsport) – a 11 voltas
27. 33 N.Piquet/R.Frijns (Texaco Racing) – a 12 voltas
28. 70 D.Nunes/L.Burti (Texaco Racing) – a 13 voltas
29. 21 T.Camilo/N.Mueller (Ipiranga Racing) – a 13 voltas
30. 3 B.Figueiredo/B.Monteiro (Ipiranga Racing) – a 16 voltas
31. 88 F.Fraga/N.Catsburg (Cimed Racing) – a 16 voltas
32. 83 G.Casagrande/C.V.D.Drift (Vogel Motorsport) – a 18 voltas
33. 11 L.Di Grassi/A.Farfus (Hero Motorsport) – a 27 voltas
MELHOR VOLTA: 29 D.Serra/J.P.Oliveira, 1min37s867 (158,5 km/h)
*Penalizados em 20 segundos no tempo total de prova por realizarem parada obrigatória durante procedimento de safety car

Classificação do Campeonato:

1. Daniel Serra, 20 pontos
2. Rubens Barrichello, 17
3. Ricardo Maurício, 14
4. Ricardo Zonta, 12
5. Max Wilson, 10
6. Marcos Gomes, 8
7. Allam Khodair, 6
8. Rafael Suzuki, 5
9. Guilherme Salas, 4
10. Lucas Foresti, 3
11. Átila Abreu, 2
12. Cesar Ramos, 1
13. Cacá Bueno, 0
14. Antonio Pizzonia, 0
15. Guga Lima, 0
16. Valdeno Brito, 0
17. Sérgio Jimenez, 0
18. Vitor Meira, 0
19. Tuka Rocha, 0
20. Denis Navarro, 0
21. Galid Osman, 0
22. Tarso Marques, 0
23. Vitor Genz, 0
24. Julio Campos, 0
25. Felipe Lapenna, 0
26. Bruno Baptista, 0
27. Nelson Piquet Jr., 0
28. Diego Nunes, 0
29. Thiago Camilo, 0
30. Bia Figueiredo, 0
31. Felipe Fraga, 0
32. Gabriel Casagrande, 0
33. Lucas di Grassi, 0

Texto: Assessoria
Foto: Divulgação