GERAL

1 de março de 2021
Sérgio Sette largou na primeira fila na abertura do Mundial de F-E

Brasileiro de 22 anos largou em segundo no e-Prix de Diriyah – Arábia Saudita

 

Neste sábado (27) foi concluída a primeira rodada do Campeonato Mundial da F-E. A  única categoria de monopostos 100% elétrica do mundo abriu seu calendário nas ruas de Diriyah, na Arábia Saudita, e em sistema de rodada dupla viu o piloto brasileiro Sérgio Sette Câmara mostrar o seu grande potencial na competição. Após largar na segunda posição na corrida de sábado e, com 18% dos votos, ganhar o FanBoost, o piloto encerrou a sua participação na prova em quarto lugar e sai do Oriente Médio na nona posição do Campeonato, com 12 pontos conquistados.

A programação desta rodada inaugural do Campeonato começou ainda na quinta-feira, com o primeiro treino livre do ano. Longe das pistas de novembro do ano passado, quando foi realizada na Espanha a pré-temporada da categoria, Sérgio se dedicou muito aos treinamentos físicos, mentais e principalmente em simulador.

Junto ao time da Dragon Penske Autosport o jovem mineiro chegou à Riad, capital Saudita, ainda no último sábado e teve de passar por 60 horas de isolamento, em um quarto de hotel, até ter a confirmação da inexistência da Covid-19 em seu organismo. Passado esse primeiro período o piloto pôde, então, se reuniu novamente à sua equipe e preparar as coisas para as duas corridas que estavam por vir.

A primeira atividade de pista foi um rápido shakedown, ainda na quinta-feira, quando piloto e equipes puderam conferir o funcionamento de todos os sistemas dos carros, bem como, terem uma noção exata das condições do traçado de rua de Diriayah. Logo na sequência os velozes carros elétricos tomaram o circuito para o primeiro treino. Nesta primeira sessão, ainda se adaptando ao traçado em que ele nunca havia competido, o mineiro ficou com o 18º tempo. Na segunda sessão livre, realizada já na sexta-feira, Sérgio melhorou muito a sua performance terminando na sexta posição.

Animado para a primeira sessão classificatória do ano o piloto do carro #7 levou sua máquina ao limite na busca pelas primeiras posições do grid e, dentre muros, acabou tocando em uma barreira no primeiro setor da pista. Ele ainda tentou seguir em sua volta, porém, uma pane no sistema de freios do carro o fez sair reto no final do traçado e bater, de leve, na barreira de pneus. A equipe trabalhou rápido e, poucas horas depois, o carro estava pronto para a tomada. Alinhado no fim do pelotão para a primeira corrida do ano Sette Câmara acabou surpreendido por uma punição logo após a largada, em que seu carro teria atingido um pico de energia superior ao permitido pelo regulamento e, com isso, teve de pagar um drive-thru (passagem lenta pelos boxes). Com isso, ele ficou bem atrás do pelotão e, mesmo com bom ritmo de corrida, terminou apenas no 20º lugar, uma posição à frente que Nico Müller, seu companheiro de equipe.

.:SÁBADO DE REDENÇÃO:.

Após uma boa noite de sono e a certeza de que, realmente o carro apresentava um bom desempenho no traçado saudita, Sérgio foi confiante para a sua classificação. Numa volta espetacular, ainda na fase de grupos, ele ficou com a segunda marca ao estabelecer o tempo de 1m08s533. Animado e muito concentrado o piloto seguiu para a Super Pole, onde apenas os seis melhores brigam pelas primeiras posições do grid. Mais uma vez Sérgio impressionou e, com o tempo de, 1m08s178 ele novamente se firmou na segunda posição melhorando em quase quatro décimos a sua primeira marca.

A corrida teve a sua largada autorizada às duas da tarde pelo horário de Brasília e Sérgio, de forma conservadora, acabou cedendo a segunda posição para ficar longe de uma possível batida com Sam Bird, que vinha em terceiro. Na terceira posição o piloto ficou por toda a primeira parte da corrida até que, nos momentos de utilização do Modo de Ataque, sistema que pode ser usado por duas vezes na corrida e oferece 4 minutos de potência extra para os carros, Serginho naturalmente perdeu algumas posições. O piloto utilizou de forma bem positiva a sua potência nas duas vezes do modo ataque, porém, esteve sempre na briga direto pela terceira e quarta posições.

.:PRIMEIRO LUGAR NO FANBOOST:.

Na metade da corrida, via Rádio, o piloto ficou sabendo também que havia ganho a votação pela Internet do FanBoost e, com isso, pôde contar com mais um tempo de potência extra no carro #7 em que ele usou, de forma clara, na defesa contra os ataques do concorrente Nick Cassidy. A corrida seguia com grande competitividade até que, há duas voltas para o fim, um forte acidente interrompeu a prova que, com isso, contou com a vitória de Sam Bird (ING), seguido por Robin Frijns (HOL) e o atual campeão Antônio Felix da Costa (POR). Sette Câmara ficou com a quarta posição geral somando ao todo 12 pontos para o Campeonato. Com o resultado o piloto sai da Arábia Saudita na nona posição do Campeonato.

“Estou realmente muito feliz com o resultado que conquistamos nesta segunda corrida aqui em Diriyah. A prova de sexta-feira, com certeza, foi decepcionante desde a tomada de tempos, mas, eu sabia que nosso carro estava bom. Então, foi só questão de encaixar as coisas que o resultado apareceu. Fiquei realmente satisfeito que, mesmo com o carro de 2020, só com as mudanças de pessoas e procedimentos da equipe, conseguimos mostrar uma excelente evolução. Saio daqui com seis vezes mais pontos que a equipe conquistou no ano passado inteiro e, tenho certeza, poderemos ir muito além. Agradeço demais a todos que votaram em mim no FanBoost e, podem ter certeza, me ajudou demais na corrida”, comentou o jovem de 22 anos.

A segunda rodada do Campeonato Mundial de F-E acontece no dia 10 de abril, em Roma.

Fotos: @spacesuitmedia

Quick Comunicação e Marketing