DESTAQUES

28 de maio de 2020
Novas regras adiam Copa São Paulo Light

Prova de Itu é adiada e promotores estudam possibilidades para cumprir calendário

As novas regras do governo paulista para o relaxamento do isolamento que ajuda a combater o COVID-19 forçaram os organizadores e promotores da Copa São Paulo Light de Kart a transferir o reinício da 19ª edição desse torneio para o dia o dia 11 de julho. A medida foi tomada em comum acordo entre a Federação de Automobilismo de São Paulo (FASP), Interlagos Motor Clube (IMC), RBC Motorsport, os administradores do Kartódromo de Itu e abre possibilidades de negociar a volta aos treinos livres e estudar alternativas para outras datas do calendário. Das nove etapas prevista para 2020 ainda restam sete por realizar, sendo que três delas foram adiadas em consequência das limitações impostas para combater o vírus.

“As decisões anunciadas ontem (27/maio) pelo governo paulista ainda não permitem a volta de eventos públicos como uma etapa da Copa São Paulo Light de Kart, por isso somos obrigados a reconsiderar o reinício do torneio previsto para o dia 13 de junho para uma data onde o cenário possa ser mais adequado a todos”, declarou José Aloizio Cardozo Bastos, presidente da FASP.

Os novos protocolos vigentes não afetaram o cotidiano de todos os envolvidos na organização e promoção da Copa: diante do novo quadro passou-se a trabalhar com uma data no segundo sábado de julho e negociar com autoridades da cidade de Itu a possibilidade de liberar os treinos locais, como explica Cláudio Wilson Vieira, presidente do IMC:

“Sem jamais abrir mão da segurança das equipes e dos pilotos estamos nos esforçando para que a pista de Itu possa receber a comunidade do kart para treinos livres, atividade importante sob vários aspectos. O kart gera o sustento de várias famílias e isso nos leva a buscar uma solução que contemple os dois lados dessa situação que afeta a todos. Dessa forma começamos a estudar a realização de etapas em novos circuitos durante o ano”.

Outro ponto importante que os responsáveis pela Copa São Paulo Light consideram é a logística que permite a realização dessas provas, já que mais da metade do grid é formada por participantes de fora de São Paulo. Além disso, a RBC Motorsport, empresa que apoia e fornece motores para a maioria das categorias, tem sede em Vespasiano, município localizado na região metropolitana de Belo Horizonte (MG). De acordo com Rafael Cançado, proprietário da empresa, detalhes dessa natureza demandam planejamento complexo:

“Mesmo em situações normais, como as que vivíamos antes da pandemia da COVID-19, nosso compromisso prioritário sempre foi com a segurança e integridade de todos os envolvidos na disputa do Light. Para evitar imprevistos temos que planejar nossos deslocamentos com antecedência e estar seguros que todos voltem para casa com segurança”.

Foto: Jackson de Souza

Assessoria de Comunicação da RBC Motorsport