GERAL

16 de outubro de 2018
Metropolitano de Curitiba 2018 define campeões no AIC

[

 

O Autódromo Internacional de Curitiba (AIC) recebe neste fim de semana (20 e 21/10) a sexta e última etapa do Campeonato Metropolitano de Curitiba de Velocidade no Asfalto, onde serão conhecidos os campeões da temporada 2018. O evento será disputado em duas baterias nas categorias Turismo 1.6 “I”, Marcas “A” e “B”, Turismo 5000 “A” e “B”, Terra Marcas “A”, Terra Marcas “B” e Terra Turismo “C”, com promoção e organização da Federação Paranaense de Automobilismo (FPrA) e o apoio da Bana Pneus, Pirelli, Posto Taborda, Hotel Slaviero Executive Pinhais, Zanoello Troféus e Trans Magnabosco.

Turismo 1.6 “I”, conta em média com doze carros e muita disputa, correndo junto com as categorias Marcas. Nas cinco etapas realizadas, Rômulo Lazzari venceu sete corridas, em dupla com Felipe Lobo ou Alexandre Frankenberger e lidera com 192 pontos. Em segundo está José Pederneiras, com duas vitórias e 151pontos, e, o terceiro é Felipe Lobo, com 148 pontos. As provas do fim de semana vão definir o campeão, mas a vantagem do Rômulo é muito boa. Nas categorias Marcas, com grid superior a 20 carros, Gustavo Magnabosco é o líder com 154 pontos, na Marcas “A”, tendo 33 de vantagem para a dupla Ruslan Carta Filho/Andrei Carta, que tem 121. Fausto de Lucca está em terceiro, com 108 pontos. A disputa do título será entre Gustavo Magnabosco e os irmãos Carta, porém a vantagem do catarinense também é muito boa. E na Marcas “B”, que sempre é muito disputada, a dupla João Paulo Naumes/Alisson Nurnberg já conquistou o título por antecipação, somando 169 pontos, contra 106 de Samir Guimarães Silva. A “briga” fica pelo segundo e terceiro lugares entre Samir, Marcelo Andrade e Adriano Braz Netto. Na Turismo 5000 “A”, com os antigos Omega de Stock Car, o domínio foi todo de Armin Kliewer, que também é o campeão antecipado, com 172 pontos. Richard Heidrich está em segundo, com 108 e o paranaense Marco Antonio Garcia em terceiro com 84 pontos. Na Turismo 5000 “B”, para Omegas e Opalas da Velocidade na Terra, Maurício Gaudêncio é o campeão com 205 pontos. Gilberto Carlassara, que não correu a terceira etapa, está em segundo lugar, com 59 pontos e Luiz Fernando Busato está na terceira colocação, com 54 pontos.

As categorias Terra seguem a temporada 2018 com o maior grid do Metropolitano de Velocidade no Asfalto de Curitiba, reunindo 42 carros em média nas cinco primeiras etapas. Na Terra Marcas “A”, a liderança é de Leonardo Kowalski, com 184 pontos e a disputa pelo título será com a dupla Amauri Lisboa Jr/Stive Tokarski que tem 174. Roberto Bonato é o terceiro colocado com 94 pontos. Na Terra Marcas “B”, Guilherme Ragnini é o campeão antecipado, com 172 pontos. O vice-líder Luiz Otávio Brambila tem 129 e o terceiro colocado Carlos Eduardo Schilipack tem 86 pontos. E na Terra Turismo “C”, a “briga” vai ser muito boa entre o líder James Schwerdtner (154), Evandro Maldonado (132), José Luiz Cavassin (121) e Nilton da Silva Filho (105), para definir os três primeiros colocados e o campeão. Mais uma vez o fim de semana promete boas corridas no AIC.

– Programação –

A programação da sexta etapa do Metropolitano de Curitiba de Velocidade no Asfalto 2018 começa no sábado (20/10), com a realização de quatro treinos livres e os treinos classificatórios do Metropolitano de Curitibanas categorias Marcas, Turismo 1.6, Turismo 5000 Terra. Acontecerão ainda os briefings com os pilotos da Turismo 5000, das 12h20 às 12h35, pilotos da Marcas e Turismo das 12h40 às 13 horas e das categorias Terra das 13h05 às 13h25. A primeira prova das categorias Turismo 5000, será realizada a partir das 16h35, para 20 minutos mais duas voltas. E no domingo (21/10), o evento acontece das 8h20 às 15h35, iniciando com os warm-ups, das 8h20 às 9h15, seguindo com as primeiras corridas do Metropolitano de Curitiba, nas categorias Marcas e Turismo 1.6, às 9h45, para 30 minutos mais duas voltas, Terra, às 10h45, para 20 minutos mais duas voltas, e a segunda corrida da Turismo 5000, às 11h35, para 20 minutos mais duas voltas seguida de pódio. Na parte da tarde, as disputas começam com a segunda prova das categorias Marcas e Turismo, às 13h25, e a segunda prova das categorias Terra, acontece às 14h35. Na sequencia, a partir das 15h10, serão realizados os pódios das categorias Marcas “A”, Marcas “B”, Turismo 1.6 “I”, Terra Marcas “A”, Terra Marcas “B” e Terra Turismo “C”, encerrando as atividades no AIC.

– Classificação –

Com cinco etapas realizadas e dez provas disputadas, os cinco primeiros do Metropolitano de Velocidade no Asfalto 2018, por categoria são: Marcas “A”: 1.º) Gustavo Magnabosco (SC), 154 pontos; 2.º) Rulan Carta Filho/Andrei Carta (PR), 121; 3.º) Fausto de Lucca (SC), 108; 4.º) Richard Reidrich (SC), 102; 5.º) Wanderlei Berlanda Jr (SC), 91. Marcas “B”: 1.º) João Paulo Naumes/Alysson Nurnberg (PR), 169 (Campeã); 2.º) Samir Guimarães (SC), 106; 3.º) Marcelo Andrade (PR), 80; 4.º) Adriano Braz Neto (PR), 79; 5.º) Wilians Peres (PR) 74. Turismo 1.6 “I”: 1.º) Romulo Molinari (PR), 192; 2.º) José Pederneiras (PR), 151; 3.º) Felipe Lobo (SC), 148; 4.º) Antonio Carvalho (PR), 121; 5.º) Geison Tureck (PR), 104. Turismo 5000 “A”: 1.º) Armin Kliewer (SC), 172 (Campeão); 2.º) Richard Heidrich (SC), 108; 3.º) Marco Antonio Garcia (PR), 84; 4.º) Márcio Reuter (SC), 82; 5.º) Wanderlei Berlanda (SC), 63. Turismo 5000 “B”: 1.º) Maurício Gaudêncio (PR), 205; 2.º) Gilberto Carlassara (PR), 59; 3.º) Luiz Fernando Buratto (PR), 54; 4.º) Mário Broering/Rubens Kliewer (SC), 43; 5.º) Ivo Ribeiro Neto/Ivan Ribeiro (PR), 34. Terra Marcas “A”: 1.º) e Leonardo Kovalski (PR), 184; 2.º) Amauri Lisboa Jr/Stive Tokarski (PR), 174; 3.º) Roberto Bonato (PR), 94; 4.º) Geovane Ciesielski (PR), 72; 5.º) Naor Petry (PR), 64. Terra Marcas “B”: 1.º) Guilherme Ragnini (PR), 172; 2.º) Luiz Otávio Brambila (PR), 129; 3.º) Emerson Szwed (PR), 86; 4.º) Carlos Eduardo Schilipack (PR), 79; 5.º) Aleksander Pereira (PR), 65. E na Terra Turismo “C”: 1.º) James Schwerdtner (PR), 154; 2.º) Evandro Maldonado (PR), 132; 3.º) José Luís Cavassin (PR), 121; 4.º) Nilton da Silva Filho (PR), 105; e 5.º) Bruno Muhlstedt (PR), 69.

 

Texto: Assessoria
Foto: Divulgação