GERAL

2 de setembro de 2020
Kanaan busca seguir na Indy em 2021, correndo em ovais

Em teoria, o brasileiro fez sua última corrida na Indy no domingo, mas já manifesta interesse em manter o programa de correr apenas em ovais em 2021

Após a última prova em ovais da temporada 2020 da Indy, o brasileiro Tony Kanaan admitiu que, apesar de sua campanha ter sido apelidada de “a última volta”, seu objetivo principal é de não apenas competir nas 500 Milhas de Indianápolis de 2021 como também correr novamente em todos os ovais do calendário da categoria.

Por muitos anos, o brasileiro, de 45 anos, tem sido um dos pilotos favoritos do público, mesmo com suas infelicidades em Indianápolis antes de vencer as 500 Milhas em 2013.

Desde então, ele segue sendo um dos mais aclamados pelo público nas apresentações dos pilotos. Então, quando a pandemia causou a proibição de público na maioria dos eventos e em número limitado em alguns, a oportunidade de Tony para interagir com o público em seu programa de correr apenas em ovais em 2020 foi muito reduzida.

Portanto, após ter anunciado que 2020 seria sua última temporada correndo na Indy, com exceção das 500 Milhas, ele modificou suas intenções. Para 2021, segundo Tony, seu cenário ideal seria correr novamente em todos os ovais.

“Tenho que ser realista”, disse Tony após a corrida do domingo. “Para mim, não é justo sair desse jeito. Não é justo para os fãs, nem para mim. Mas é mais fácil falar do que fazer”.

“Hoje eu abordei a corrida como se fosse minha última. Não tenho nada para 2021. Não tenho patrocinador, nem equipe. Todos que estavam envolvidos comigo sabiam da decisão. Mas, obviamente, eu mudei minha visão”.

“Será um desafio para ver se consigo juntar as coisas como fiz nesse ano. Posso garantir que não volto para uma temporada completa. Se eu conseguir um acordo para os cinco ovais, é nisso que vou trabalhar. Mas, por enquanto, estou feito”.

No sábado, o brasileiro levou seu carro até o nono lugar na primeira prova da rodada dupla no World Wide Technology Raceway, mas foi apenas o 19º no domingo.

“Ontem foi um resultado decente. Hoje foi um pouco frustrante. Acho que o modo como a corrida aconteceu, acho que todos tem espaço para reclamar. Foi uma corrida chata. Eu tive um bom dia no sábado. E foi bom ver os fãs na arquibancada nos apoiando. Não era como eu queria minha última corrida, mas fazer o que”.

Sobre a possibilidade de 2021, Kanaan disse: “Ainda não falei com nenhuma equipe. Só iniciei conversas com os patrocinadores. Tenho algumas reuniões essa semana. A melhor abordagem é: vamos ver quanto dinheiro eu consigo levantar antes de falar com as equipes”.

“Acredito que nas próximas duas semanas já terei algo mais concreto para iniciar as negociações. Mas vamos ver. Acho que não será fácil”.

“Pelo menos, depois de 23 anos, me sinto muito feliz por poder fazer isso. Foi minha corrida número 384 na Indy. Tive uma boa trajetória, fiz bons amigos. Agradeço por ter feito parte disso. Se eu puder seguir, ótimo. Se não, é a vida. Tive uma boa trajetória”.

Fonte: Motorsport.com