DESTAQUES

4 de fevereiro de 2019
Guilherme Silva, “Seninha” estreia no Light com pódio em Interlagos

Piloto paranaense foi um dos destaques da categoria Sprinter na
1ª etapa da Copa São Paulo Light.

A abertura da temporada 2019 da Copa São Paulo Light de Kart, um dos principais campeonatos do país, onde concentrasse os principais pilotos, foi disputado no sábado 02/02 no lendário palco do kartismo nacional, o Kartódromo Ayrton Senna, berço de memoráveis disputas por onde passaram por exemplo: Ayrton Senna o ícone do automobilismo Mundial, Emerson Fittipaldi, Rubens Barrichello, Felipe Massa entre outros astros do esporte a motor.

Para o jovem piloto paranaense que fez sua estreia em uma competição oficial, a participação foi super positiva.

Foram duas baterias bastante equilibrada. Largando da sétima posição, consegui dosar a adrenalina e buscar as disputas sem me envolver em toques, assim consegui subir uma posição e finalizar a prova na sexta posição na primeira bateria.
Na disputa da segunda disputa do dia, mantive a estratégia, segui com um pouco mais de arrojo, os adversários de nível elevado proporcionaram boas disputas até que ao final da prova recebendo a bandeirada na quinta posição.
Com o resultado das duas baterias fui classificado com o quinto lugar e a garantia de subir ao pódio recebendo um lindo troféu.

Sobre sua participação na rodada, “Seninha” (Alenkart ) declarou: bem, a minha participação na Copa Light foi mais pela experiência mesmo. Só o fato de ser o meu primeiro e campeonato e eu ainda subir no pódio já vale todo esforço. Além do que, apesar de alguns infortúnios durante a corrida, enfrentei adversários que pilotam a muito mais tempo do que eu, o nível de experiência deles não só de kart como de pista talvez nem se equipare ao meu e, por isso, chegar em 5° foi o melhor resultado dentro do contexto que eu me encontrava. Acredito que, como qualquer outro piloto, o meu objetivo sempre vai ser o 1° lugar, independente do que aconteça esse sempre vai ser meu foco, embora eu compreenda que, algumas vezes, por mais que eu não suba no topo do pódio, todo aprendizado adquirido durante a corrida pode acabar compensando mais do que uma pole position.

Guilherme é um jovem que possui um talento impar e com grandes qualidades, brilhando nas pistas do Brasil. “Desde que eu nasci já tinha uma grande paixão por carros, no entanto só fui sentar pela primeira vez em um kart quando tinha 7 anos. Na época meu pai havia me levado para andar com um indoor no kartódromo “Kart Indoor”, em Curitiba, na linha verde. 6 anos depois, em 2017, meu primo Alisson Caldera acabou me ajudando a dar iniciativa para voltar a correr e, com isso, acabei conversando com o mecânico Roberto “Dedão”, dono do kartódromo e que, coincidentemente, me indicou um mecânico chamado Alen (ou Lenka) no kartódromo de Gari, em São José dos Pinhais, responsável por, de certa forma, ter moldado tudo pelo qual eu me tornei no kart hoje, lembrou o piloto
Para um futuro promissor, Seninha como piloto de kart, por hora tem o foco em ganhar o máximo de experiência possível e vencer a inexperiência em relação à falta de conhecimento sobre: não só as pistas pelas quais ira disputar a Copa São Paulo Light, mas, primordialmente, o domínio do kart. “Como voltei no 2 tempos há pouco menos de um ano ainda tenho muito a aprender e, por conta disso, estou sempre muito disposto a receber dicas ou até mesmo observar por horas, se necessário, outras categorias andando. Eu acredito que nós não aprendemos somente observando quem está na frente do grid, há também como obter aprendizado, por mais mínimo que seja de quem está lá atrás, seja em um treino ou uma corrida, declarou o piloto.

Próximas etapas: Sem apoio de um patrocinador, Guilherme Silva “Seninha” busca um parceiro, contudo, o patrocínio hoje acaba sendo de extrema falta, principalmente para os pilotos que realmente se dedicam e tem muito foco no que fazem. Por outro lado, o patrocínio também não é algo que você irá receber de mão beijada, tem que se dedicar muito e fazer jus aos seus valores como piloto. Destacar-se é o principal, mas nem sempre o piloto que se destaca vai estar lá no primeiro pelotão. Porventura ele pode estar lá atrás no grid e as pessoas mal o percebem porque, acho que quase sempre, esquecem que ele talvez não pôde comprar o melhor equipamento disponível, ou não consegue pagar um mecânico bom. Não quero dizer que os pilotos que estão lá atrás na corrida são coitadinhos ou não tem condições de competir, muito pelo contrário, muitas vezes há pilotos que estão lá atrás por misera falta de vontade e não correm atrás do que querem. Mas acredito que, com os olhos certos, um patrocinador pode acabar fazendo de um piloto que estava lá atrás do grid o próximo campeão brasileiro ou quem sabe o próximo piloto de Formula 1. Bem, o principal para o piloto hoje é conseguir patrocínio. Qualquer destaque que possa ser concebido ao piloto, por mais mínimo que seja, já é de grande ajuda. Finalizou o jovem piloto.

Com o “S” do Senna ao fundo, Inspira Guilherme Seninha, a fazer jus ao apelido carinhoso no automobilismo.  

Com o resultado obtido na etapa, “Seninha” com um pouco mais de experiência espera conseguir na próxima etapa do Light poder mostrar novamente o seu valor e se dedicar com bastante empenho junto com sua equipe, em um novo desafio, em uma pista que ainda não competiu, e quem sabe, conquistar mais um pódio.

Resultado da rodada:
1º) João Pedro Orbnan,
2º) Augusto Dias,
3º) Pedro Marcolin,
4º) Matheus Bruno,
5º) Guilherme Silva “Seninha”,
6º) Gabriel Ballstaedt,
7º) Rafael Crocce,
8º) Murilo Costa,
9º) João Tesser.

Calendário Light 2019:
Copa São Paulo Light de Kart:
1ª etapa – 02/02 – Interlagos
2ª etapa – 23/03 – Aldeia da Serra
3ª etapa – 06/04 – Aldeia da Serra
4ª etapa – 04/05 – Interlagos
5ª etapa – 15/06 – Aldeia da Serra
6ª etapa – 17/08 – Aldeia da Serra
7ª etapa – 14/09 – Interlagos
8ª etapa – 26/10 – Aldeia da Serra
9ª etapa – 16/11 – Aldeia da Serra
10 etapa – 14/12 – Interlagos

Texto e fotos: Luiz Pinheiro
Assessoria: Velocidade Total