GERAL

10 de setembro de 2019
GS Racing e Trancos & Barrancos são campeãs do Sertões no Rally Regularidade

Campeões Rally Regularidade 

 

Duplas das equipes venceram as categorias Master e Graduado com uma prova de antecedência

Depois de percorrer quase cinco mil quilômetros e atravessar o Brasil do Mato Grosso do Sul ao Ceará, as equipes GS Racing e Trancos & Barrancos conquistaram seus primeiros títulos no maior rally das américas. As duas equipes uniram forças no Sertões e competiram juntas no Rally Regularidade conquistando os dois primeiros lugares da categoria Master e também o título da Graduado. A Trancos & Barrancos completou a sua quarta participação na competição e a GS Racing fez sua estreia no Sertões. No total, as equipes competiram com seis duplas de pilotos e navegadores.

Antes chamado “Rally do Sertões”, o maior rally das américas encurtou o nome para poder representar mais. Segundo a organização do evento, o objetivo é atingir mais áreas além do esporte. A 27ª edição do Sertões iniciou em Campo Grande (MS) no dia 24 de agosto e encerrou no domingo, dia 1° de setembro, em Aquiraz (CE), depois de passar pelas cidades de Costa Rica (MS), Barra do Garças (MT), São Miguel do Araguaia (GO), Porto Nacional (TO), São Félix do Tocantins (TO), Corrente (PI), Bom Jesus (PI) e Crateús (CE).

Campeão como piloto e navegador

O piloto de São José (SC), Gustavo Schmidt, o Guga, chegou no Sertões em 2019 já ostentando um título de campeão pela categoria Graduado em 2016, quando venceu a competição como navegador ao lado do pai, o piloto Oscar Schmidt. Agora, competindo com o navegador de Gravataí (RS), Tiago Poisl, conquistou o título da Master e se tornou o primeiro competidor dos carros a vencer o Sertões como piloto e também como navegador.

“Foi minha estreia como piloto no Sertões. Chegamos em um ritmo muito forte de outros campeonatos e sabíamos que vínhamos para brigar na ponta. No começo veio um frio na barriga, medo de decepcionar as pessoas que nos apoiaram do início ao fim, mas largamos com tudo! Vencemos os dois primeiros dias em duas provas muito rápidas e mesmo assim ficamos empatados na classificação geral com outra dupla. Ajustamos alguns detalhes na navegação e na pilotagem e a partir do terceiro dia fomos mais forte em busca do resultado”, detalha Guga.

No total, foram oito dias de provas e quase cinco mil quilômetros percorridos, muita poeira, calor e poucas horas de sono para conquistar o título da Master, a categoria destinada aos competidores mais experientes do Rally Regularidade. “Acredito que fomos perfeitos do início ao fim, cuidamos do nosso carro, não tivemos nenhuma quebra, nenhum problema com pneu, nada! Conseguimos algo impressionante, nas 14 etapas disputadas conquistamos nove vitórias e três segundo lugares. Estou muito feliz que alcançamos o nosso objetivo, colocamos os dois carros da equipe no primeiro e no segundo lugares da categoria Master e de quebra levamos o melhor lugar na categoria Graduado também”, destaca.

Título com um dia de antecedência

Já o navegador Tiago Poisl fez sua quarta participação no Sertões e finalmente pôde comemorar no lugar mais alto do pódio. Até este ano, o competidor tinha conquistado um quarto lugar na Graduado e agora é campeão da Master. Tiago e Guga garantiram o título com um dia de antecedência. “O Sertões com certeza é a meta de qualquer piloto ou navegador off-road. Só participar do Sertões é único, pois é o segundo maior rally do mundo, ganhar então é imensurável. Hoje ficar olhando para este troféu é impagável. Fomos com muita energia, carro preparado, dupla mega afinada e o resultado aconteceu durante a prova. Ficamos empatados por dois dias com outra dupla, assumimos a liderança e cada dia aumentava a diferença, fazendo com que um dia antes já éramos campeões”, conta Tiago.

Vice-campeões da Master

O piloto José Carlos da Silva, o Zé do Chapéu, de Cuiabá (MT), e o navegador Enedir da Silva Junior, o Bolacha, de Chapecó (SC), brigaram até o penúltimo dia de prova pelo título da Master e representaram as equipes na segunda colocação da categoria. “Eu achei a prova do Sertões desse ano fantástica. Por ser uma prova enorme em quilometragem, são quase cinco mil quilômetros em oito dias, acredito que o Rogerinho (Rogério Almeida, diretor de prova) deixou ela perfeita. Tanto as provas em linha quanto as provas em balaio (trechos mais difíceis e com pegadinhas) estavam ótimas, muito bacanas de andar, uma prova fantástica, gostei demais. Espero que o ano que vem seja assim ou melhor”, comenta Bolacha.

Primeiro título no Sertões

O piloto Aurélio Bilhalva, de Pelotas (RS), e o navegador Rafael Pinto, de Curitiba (PR), formaram a dupla neste ano com um objetivo principal: competir no Sertões. Depois de algumas provas, muitos testes e resultados pouco expressivos, a dupla afinou o novo Troller, chegou no Sertões, pegou o cordão de líder e não entregou para mais ninguém. Os dois conquistam pela primeira vez a competição. Aurélio tem três participações no total e Rafael, duas. “Estou em estado de graça. A prova de sexta-feira foi uma das melhores que já fiz, balaios muito legais, pistinhas fazendo a diferença, as pessoas nas cidades interagindo com a gente, foi fantástico. Posso dizer que o maior sentimento da chegada do Sertões é o de superação da capacidade de se concentrar no meio do cansaço e da exaustão, o desafio e o peso do significado Sertões  é anestesia para  as dores físicas e do coração”, comenta Aurélio.

De acordo com Rafael, a prova deste ano foi rápida e pegada, e mesmo com a dupla tendo se formado apenas no início do ano já estava bem entrosada para o Sertões. “Quando chegou a semana de ir para Campo Grande a felicidade era tanta que não cabia no peito e quando chegamos a ficha caiu. Quando estava tudo certo para largar, não tínhamos pressão nenhuma, só de andarmos e fazermos o nosso Sertões. No primeiro dia lideramos a prova e isso deu um baita incentivo para mantermos o que vínhamos treinando. O segundo dia se repetiu com o primeiro lugar, então tínhamos achado uma fórmula da dupla. No terceiro dia mantivemos a liderança e os terrenos a cada dia mudavam muito e no quarto dia foi uma prova atípica, mais retas e sem balaios, porém o quarto dia foi fantástico. No temido Deserto do Jalapão, no mais longo dia de prova, vencemos novamente. O quinto dia foi muito legal, com uma prova com bastante areia e balaios, e assim continuamos em primeiro até o final. Nossa equipe estava toda muito bem entrosada, pessoal do nosso motohome também, o Sertões 2019 foi fantástico!”, detalha Rafael.

Primeiro Sertões, Primeiro Pódio

O navegador de Gravataí (RS), Thiago Silva, participou do seu primeiro Sertões e já conquistou um lugar no pódio. Ao lado do piloto de Estrela (RS), Milton Dresch, o competidor conquistou o quarto lugar na colocação geral da categoria Master do Rally Regularidade. “Falar do meu primeiro Rally dos Sertões já dá um frio na barriga. É uma competição que põe à prova os melhores e mais preparados competidores do Brasil. São oito dias de competição, muitas variáveis de terreno, um dia terra vermelha, outro pedra, outro areia. Cada dia um estilo diferente de prova, com muitos laços, longas retas, muita poeira, canavial, cerrado, caatinga, ruas escondidas, enfim, é sem dúvida a competição off-road mais difícil do Brasil”, detalha.

De acordo com Thiago, a estreia da competição com um quarto lugar foi um grande resultado. “Fiquei muito feliz com o meu desempenho. Com toda certeza uma próxima oportunidade será muito melhor. Tinha uma imagem na cabeça de ruas escondidas, de longas distâncias, do preparo físico não aguentar e do alto nível técnico dos competidores, mas com o passar dos dias de competição fui em uma crescente e melhorando o desempenho. Já estou ansioso pela próxima oportunidade, sem a pressão de estreia, mais confiante, mais experiente e podendo ir em busca de um resultado mais alto no pódio”, comenta o navegador.

Outros resultados

Além das conquistas mencionadas acima, a GS Racing e a Trancos & Barrancos também conquistaram um pódio na categoria Graduado com uma dupla formada por pai piloto e filho navegador. Giovani Arnaldo de Mello e Pedro Pescador de Mello, de Porto Alegre (RS), subiram ao pódio em quinto lugar, e chegaram a vencer no único dia de prova que os campeões da categoria não levaram a melhor. Já o piloto Armando Bispo da Cruz e o navegador Lincoln Diego Cirqueira Ferreira, de Fortaleza (CE), encerraram a competição com a sétima colocação.

Cordão de Líder

O Sertões promoveu uma novidade neste ano, os campeões de todas as categorias no primeiro dia de prova ganharam o cordão de líder e permaneceram com ele até a etapa seguinte. A cada dia a classificação geral era atualizada e o cordão ficava com o líder de cada categoria. A GS Racing e a Trancos & Barrancos permaneceram com os cordões de líder todos os dias nas categorias Master e Graduado. Aurélio e Rafael não passaram para mais ninguém os cordões da Graduado. Já Guga e Tiago chegaram a passar o cordão um dia para outra dupla da equipe, o piloto Zé do Chapéu e o navegador Bolacha.

Infraestrutura

As equipes GS Racing e Trancos & Barrancos participaram em parceria na 27ª edição do Sertões. Juntas, as equipes contaram com seis veículos no Rally Regularidade, três Trollers e três Pajeros, e uma infraestrutura de dois motorhomes, um carro de apoio, uma moto, mecânicos, assessores de logística, motoristas, cozinheiro e assessoria de imprensa.

Acompanhe as equipes

Quem quiser acompanhar as próximas provas da GS Racing e da Trancos & Barrancos pode seguir o Facebook (fb.com/racinggs ou fb.com/EquipeTrancoseBarrancos) e Instagram (@gsracing ou @trancosebarrancos) das equipes. As notícias também são publicadas no site www.gs4x4performance.com.br e www.trecho1.com.br/blog, além da imprensa em geral e dos principais sites especializados em off-road.

As duplas das equipes GS Racing e Trancos & Barrancos contam com patrocínio de GS 4×4 Performance, Trilha SC, Yokohama, Rallye Design, Thiago Automóveis, Falcão Escapamentos, Baratec, Ford Credit, Tecfil, Valvoline, Filtrobom, Parker, Dental Web, Multital Factoring, Floripa Têxtil, Residencial Solar Areias Brancas, MITO, Beach Park, Geraldo Bastos, Petroluz, Açúcar Itamarati, BioVida e Restaurante Bem na Hora.

 

 

Texto: Aline Ben da Costa/Comunicação 4×4