DESTAQUES

23 de outubro de 2019
Enduro Imperial reúne mais de 300 pilotos no domingo em Petrópolis

Mais de 300 pessoas participam do Enduro Imperial no próximo domingo (27.10) no Parque Municipal, em Itaipava. Dentro do evento são disputadas as etapas da Copa MXF Rio, última prova do calendário dessa competição, e do regional de amadores. A largada dos pilotos começa às 9h para um percurso de 120 quilômetros. Por se tratar de um evento de regularidade, vence o atleta que completar os trechos em menos tempo na soma final. Segundo os organizadores, mais de mil pessoas devem acompanhar a programação.

 

 

Além das competições, o Enduro Imperial conta ainda com food trucks, exposições e música ao vivo. A iniciativa conta com o apoio da prefeitura através da Superintendência de Esportes e Lazer. “Temos resgatado eventos em diferentes áreas, movimentando como um todo a economia da cidade. Nosso município tem grande potencial para receber eventos esportivos”, avalia o prefeito Bernardo Rossi.

 

Após 15 anos sem receber o torneio, Petrópolis retornou ao calendário estadual da modalidade em 2017. A etapa na cidade se tornou uma referência no Estado, como explica Wenderson Duarte, um dos responsáveis pela prova. “O espaço em Itaipava é excelente para os competidores. Petrópolis é uma cidade que precisa estar no calendário nacional do motociclismo, tem todo o potencial para isso”, disse.

 

Neste ano, a Copa MXF Rio já foi realizada em Quatis, Santa Rica de Jacutinga, Magé, Rio Preto, Rio Bonito, Casemiro de Abreu e Rio das Flores.  O evento em Petrópolis encerra a programação do torneio. “O evento reúne atletas de todo o Estado. É importante que a cidade receba etapas de grandes competições”, explica Leandro Kronemberger, superintendente de Esportes e Lazer do município.

 

Para o trade turístico, os eventos esportivos como o Enduro Imperial movimentam o setor. “Temos procurado sempre firmar parcerias para trazer para Petrópolis eventos que aqueçam nossa economia, ocupem quartos de hotéis e pousadas e movimentem o comércio. Costumamos receber, em casos como esse, muitos atletas de fora da cidade e que nunca vêm sozinhos. É uma maneira de deixar a cidade sempre ocupada”, frisa o secretário da Turispetro, Marcelo Valente.

 

Texto: Assessoria
Foto: Divulgação