DESTAQUES

21 de julho de 2020
Copa São Paulo Light retorna com procedimentos de segurança na 3ª etapa

A principal mudança em relação à agenda normal desse torneio é a limitação de pessoas dentro do kartódromo de Aldeia da Serra, cujo ingresso será administrado através de controle sanitário e credenciamento separado para as provas da manhã e da tarde. Apesar do aumento de custos decorrentes das despesas extras, como a instalação de dispensadores de álcool em gel e contratação de pessoal de controle sanitário, a FASP e o IMC optaram por não repassar esses valores no preço das inscrições, como explica Cláudio Wilson Vieira, presidente do clube:

As medidas são um investimento primordial para garantir as melhores condições de convivência em um momento conturbado para todos e entendemos que é muito importante amenizar as dificuldades pelas quais todos nós estamos passando.”

O que se espera e contar com a colaboração de todos os participantes do evento no que diz respeito a obedecer às normas básicas de comportamento dentro do kartódromo. Os concorrentes com treinos e prova marcados para o período da manha só poderão ficar no local até o meio-dia, enquanto aqueles que participam da programação vespertina terão acesso ao paddock apenas a partir das 12:30. Cada piloto inscrito receberá duas credenciais para acompanhantes e os serviços de apoio serão prestados por equipes reduzidas: seis profissionais estarão encarregados da entrega e recebimento dos motores da RBC Preparações e outros dois estão coordenando o fornecimento de pneus. Profissionais de imprensa também terão acesso reduzido em relação ao procedimento normal.
Em relação ao Governo, que anunciou que as atividades do esporte a motor poderão ser retomadas nas regiões que estejam na fase amarela do plano de contingência do Estado de São Paulo. E sempre sob orientação do Centro de Contingência do Covid-19, nosso comitê de saúde”, anunciou o governador. “Será obrigatório o cumprimento fiel e rigoroso das medidas de segurança e restrição de público nas corridas, assim como testagem de pilotos e todos os profissionais que atuam nessas equipes, assim como fornecedores. Medição de temperatura obrigatória, uso obrigatório de máscaras, além de outros protocolos, entre os quais o uso de álcool gel e limpeza de todas as instalações.

“Este foi um passo importante e estamos muito felizes de que o projeto de retorno às atividades para o automobilismo tenha sido bem aceito. É muito importante para toda a comunidade do esporte a motor a volta das corridas”, Disse Doria.

“Mesmo que as corridas aconteçam sem público, trata-se de uma atividade econômica importante, que gera empregos e sustenta muitas famílias. Estamos há meses seguindo as orientações das autoridades, sempre respeitando a prioridade, que é ter condições de realizar as corridas dentro do que as autoridades sanitárias considerem seguro.

O site Velocidade Total ouviu alguns pilotos, chefes de equipe e pais que confiam nas medidas a serem seguidas para que a normalidade volte aos torneios de kart no País.

Brasiliense Renato Alexandre, pai do piloto Arthur Hoff achou ótimo as medida de de segurança adotadas, com boa expectativa, sendo a primeira corrida do filho pela categoria Junior Menor.

 

Já o carioca Rafael Velho da F4, Está bastante animado com o retorno do campeonato. Espero que a etapa ocorra da melhor maneira possível e que tenhamos sucesso. sobre o retorno das atividades, está vendo de uma forma positiva, pois o retorno kartismo é importante para os pilotos e profissionais envolvidos.

Sobre as medidas de segurança contra o Covid19, Estou achando que está atendendo a situação atual. No início dos treinos vi que as pessoas estão cumprindo o que foi determinado, como o uso de máscaras e limitação do numero de pessoas.

 

Programação da 3ª etapa:

Texto e fotos: Luiz Pinheiro / com informações
Velocidade Total