KART

16 de abril de 2018
Com três vitórias, Academia Shell garante cinco pódios na terceira etapa da Copa São Paulo de kart

Bernardo Gentil

Gabriel Crepaldi e Felipe Baptista conseguem novos triunfos, enquanto Bernardo Gentil tem bom desempenho

Falar de Academia Shell Racing no kart nesta temporada é praticamente um sinônimo de pódio. Mais uma vez, os jovens pilotos da maior plataforma de motorsport do Brasil brilharam, agora, pela terceira etapa da Copa São Paulo, na Granja Viana, em Cotia (SP). Das seis provas deste fim de semana que contaram com a participação de quatro representantes da equipe, foram cinco pódios.

Gabriel Crepaldi teve 100% de aproveitamento na categoria Júnior. Líder do campeonato, ele aumentou ainda mais a distância para seus concorrentes ao obter duas vitórias. O desempenho só não foi mais dominante, porque ele não saiu na pole position na primeira prova, largando em segundo.

Já na categoria Graduados, a Academia Shell Racing contou com dois participantes: Felipe Baptista e Diego Ramos. Felipe, que compete regularmente na Copa São Paulo, obteve dois pódios: uma segunda colocação na prova inicial e o primeiro lugar na bateria de encerramento. Por pouco, ele não triunfou duas vezes, já que liderou a primeira corrida até quando faltavam apenas três voltas.

Diego Ramos, que nesta temporada compete na Sprint Race, fez uma participação especial na Copa São Paulo neste fim de semana. Com problemas no kart, não completou nenhuma das duas provas.

Quem também competiu foi Bernardo Gentil, na categoria Mirim. Integrante mais novo da Academia, com oito anos, ele ficou com a quarta colocação na primeira prova do fim de semana após largar na mesma posição. Na prova de encerramento, o competidor seguiu muito combativo e foi premiado com um terceiro lugar.

A próxima etapa da Copa São Paulo de kart, na Granja Viana, está marcada para o dia 5 de maio.

 

O que eles disseram:

“Foi um fim de semana fantástico, o que me proporcionou uma abertura ainda maior no campeonato. Na primeira corrida, eu era competitivo, tinha um kart no chão e fiz uma ótima largada. Liderei grande parte da prova, fui para segundo no meio da corrida, mas na volta seguinte reassumi a primeira colocação. Na segunda, fiz outra ótima largada, mas na quarta volta acabei sendo ultrapassado e fui para terceiro. No entanto, depois de três giros, voltei para a liderança e cravei a melhor volta”
Gabriel Crepaldi


“Eu podia ter feito melhor, principalmente na segunda prova, quando perdi a segunda posição na penúltima curva. Mas vamos para próxima com mais experiência”
Bernardo Gentil

 

“Na primeira corrida, tive uma boa largada pulando de segundo para primeiro. Mantive a liderança até faltarem poucas voltas, mas meu pneu furou e perdi rendimento. Fui ultrapassado, estava difícil. Mas foi bem legal, porque segurei o segundo lugar. Na segunda prova, larguei em segundo, cai para terceiro, mas logo busquei o primeiro e abri bastante. Ganhei a etapa, consegui bons pontos para o campeonato. Vamos com tudo!”
Felipe Baptista

 

Sobre a Raízen:

A Raízen, licenciada da marca Shell no Brasil, se destaca como uma das empresas de energia mais competitivas do mundo e uma das maiores em faturamento no Brasil, atuando em todas as etapas do processo: cultivo da cana, produção de açúcar, etanol e energia, comercialização, logística interna e de exportação, distribuição e varejo de combustíveis. A companhia conta com cerca de 30 mil funcionários, que trabalham todos os dias para gerar soluções sustentáveis que contribuam para o desenvolvimento do país, como a produção de bioeletricidade e etanol de segunda geração a partir dos coprodutos da cana-de-açúcar. Com 26 unidades produtoras, a Raízen produz cerca de 2,0 bilhões de litros de etanol por ano, 4,2 milhões de toneladas de açúcar e tem capacidade para gerar cerca de 940 MW de energia elétrica a partir do bagaço da cana-de-açúcar. A empresa também está presente em 66 bases de abastecimento em aeroportos, 67 terminais de distribuição de combustível e comercializa aproximadamente 25 bilhões de litros de combustíveis para os segmentos de transporte, indústria e varejo. Conta com uma rede formada por mais de 6.000 postos de serviço com a marca Shell, responsáveis pela comercialização de combustíveis e mais de 950 lojas de conveniência Shell Select. Além disso, a companhia mantém a Fundação Raízen, que busca estar próxima da comunidade, oferecendo qualificação profissional, educação e cidadania. Criada há mais de 14 anos, a Fundação Raízen possui seis núcleos no interior do estado de São Paulo e um em Goiás e já beneficiou mais de 13 mil alunos e mais de 4 milhões de pessoas com ações realizadas desde 2012.

 Texto: Assessoria
Foto: Divulgação