DESTAQUES

27 de novembro de 2017
Com rallycross emocionante na pista do Velo Città, Mitsubishi Cup encerra temporada 2017

Foto: Cadu Rolim/Fotovelocidade

Autódromo Velo Città recebeu cinco eventos
simultâneos neste sábado

 

Duplas disputaram a sétima e última etapa para definir o campeonato; novidades para 2018 já foram anunciadas

 

Os termômetros passaram dos 30 graus no Autódromo Velo Città, mas o que esquentou mesmo foi a disputa pelo campeonato 2017 do o rali cross-country de velocidade Mitsubishi Cup.

As cinco categorias chegaram sem definições à sétima e última etapa do ano, e as duplas precisaram acelerar para garantir um bom resultado. Depois de percorrer duas especiais de cross-country de 32km cada, os competidores ainda encararam o rallycross, prova que mescla terra e asfalto na pista do Velo Città com carros lado a lado. “O rallycross foi a cereja do bolo do campeonato”, comenta André Miranda, piloto campeão da temporada na categoria L200 Triton Sport RS.

As disputas empolgaram o público presente, que pôde ver bem de perto os carros de rali na pista, e acompanhar a definição da temporada. “As categorias vieram bem apertadas até o final, e o rallycross foi bem rápido, bacana de assistir”, ressalta Du Sachs, diretor técnico da Mitsubishi Cup. “Estou no rali há mais de 20 anos, participei da primeira Mit Cup… Encerro 2017 contente e com sensação de missão cumprida.”

Além da final da Mitsubishi Cup, o Autódromo Velo Città recebeu outros quatro eventos neste sábado: os ralis Mitsubishi Motorsports e Mitsubishi Outdoor, o track day Lancer Day, e a prova de regularidade no asfalto Fun Day. Mais de duas mil pessoas participaram desta grande festa do automobilismo.

Os campeões
Dividida em cinco categorias – L200 Triton Sport RS, L200 Triton ER, L200 Triton ER Master, ASX RS e Pajero TR4 ER – a Mitsubishi Cup encerrou em Mogi Guaçu sua 18ª temporada.

Na categoria L200 Triton Sport RS, a vitória na 7ª etapa foi de Rodrigo Meinberg e Luis Felipe Eckel. “Prova bem gostosa, principalmente o cross-country, com navegação difícil. Especial travada, com curvas uma em cima da outra, piso escorregadio e muito calor”, resume o piloto. “A maior parte foi de cana-de-açúcar baixa. E foi uma prova ‘menos é mais’: precisava andar menos para virar rápido, porque se forçasse, espalhava muito e perdia tempo”, explica Eckel. “Foi um ano bem disputado, brigamos etapa a etapa com o André e o Alison. Eles estão de parabéns pelo resultado”, conclui Meinberg.

Mas quem levou o título da temporada foi a dupla André Miranda e Alison Pedroso. “Tricampeões consecutivos”, celebra André, que venceu 2015 e 2016 na categoria Pajero TR4 ER e este ano na L200 Triton Sport RS. “É um carro mais rápido, que aguenta muito, e precisamos adaptar a estratégia e a navegação para este ano”, ressalta Alison. “Foi difícil, mas conseguimos passar na frente nesta última etapa e vencer. Foi uma temporada muito boa, cheia de novidades. Agora é manter o foco e o trabalho, e não sossegar para não deixar ninguém chegar perto”, promete André.

Albano dos Santos Parente Jr e Breno Almeida Resende foram os mais rápidos da categoria L200 Triton ER Master na prova de Mogi Guaçu. “Etapa diferente, difícil. Vencemos as duas especiais de cross-country, e no rallycross foi muito disputado, ficamos em terceiro. Temporada difícil, que terminamos com o vice-campeonato. Muito gratificante”, conta Albano. “A Mitsubishi consegue se superar a cada ano. Tivemos surpresas etapa a etapa, com prova de 100km, noturna, rallycross… Em 2018 voltaremos pra tentar buscar o título”, fala Breno.

Thiago Rizzo e Leonardo Magalhães garantiram a taça da temporada 2017 na categoria L200 Triton ER Master. “Foi muito divertido e disputado! Nossa equipe ganhou como a melhor, nosso carro completou todas as etapas e conquistamos o campeonato. Agora vamos trabalhar para manter o título ano que vem”, celebra Rizzo. “É diversão, adrenalina, é pra tirar todo o estresse… A Mitsubishi está de parabéns”, conclui. “A palavra do ano foi dificuldade. A competitividade é enorme! Até a última volta brigamos pelo campeonato, e deu certo. Missão cumprida”, comemora Leonardo.

Já na categoria ASX RS, Vitor Muench e Jorge Adriano Peters levaram a melhor. “Foi uma etapa espetaculosa: espetacular com prazerosa! A Mitsubishi nos presenteou com uma prova desafiadora, inovadora”, celebra Peters. “Foi um ano muito disputado, segundo a segundo. Emocionante. Valeu a pena! Nos dedicamos, nos preparamos… É um hobby, para desestressar, para curtir, fazer amizades, e acabar como hoje: dando risada”, conta Muench, que venceu também o campeonato. “Esse troféu é uma coroação, vou guardar para a vida inteira.”

A pontuação é diferente para pilotos e navegadores e Ivo Mayer foi o navegador campeão da temporada. “Estou muito feliz! É uma pena que o Ricardinho [Feltre] não está comigo no pódio do campeonato, mas a rivalidade entre as duplas está apenas dentro prova, fora daqui todos somos amigos e isso é o que vale, a amizade prevalece”, conta.

Na L200 Triton ER, Alessandro Tozoni e Gilze Araújo subiram ao lugar mais alto do pódio tanto na etapa como no campeonato. “A sensação é indescritível. A gente vem para se divertir, independentemente do resultado. É aqui que gente deixa o estresse de fora”, conta Tozoni. “O rallycross veio pra ficar. Eu me dei bem, então adoro!” A navegadora Gilze era só sorrisos. “Este é o resultado de um trabalho bem feito durante o ano inteiro. Foi muito legal, disputado… Não foi fácil! Mas eu gosto muito, nasci pra isso! É um sonho realizado.”

Marcos Chueda e Luiz Afonso Poli encerraram a temporada com o primeiro lugar na categoria Pajero TR4 ER. “Foi um ano cheio de novidades, todas de muito boa experiência. Alcançamos a meta de vencer o campeonato. Estou totalmente contente”, ressalta Chueda. “Sempre estamos aprendendo e aprimorando, e precisamos nos adaptar às mudanças deste ano. Mas a prova não é só a corrida em si. É desde sair de casa, pegar estrada… É uma grande oportunidade de desligar do trabalho. É pra se divertir, é demais”, comemora Poli.

Novidades para 2018
A organização da Mitsubishi Cup anunciou as novidades para a 19ª temporada e divulgou um calendário preliminar. Com sete etapas, o ano de 2018 terá provas do tradicional rali cross-country de velocidade, além de rallycross, time attack e especial noturna. As cidades de Mogi Guaçu, Magda, Indaiatuba e Cordeirópolis, todas no Estado de São Paulo, estão confirmadas.

“Ouvimos a opinião das duplas e vamos repetir em 2018 as novidades que testamos neste ano e que deram certo. Rallycross, prova noturna e time attack esquentaram ainda mais as disputas pelo campeonato e é esse nosso objetivo: fazer uma competição desafiadora e de alto nível técnico”, ressalta Fernando Julianelli, diretor de Marketing da Mitsubishi Motors.

A Mitsubishi Cup terá cinco categorias no grid: Triton Sport RS, Triton ER Master, Triton ER, ASX RS Master e ASX RS. Todos os veículos são vendidos e homologados para os principais campeonatos de rali do Brasil, inclusive o Rally dos Sertões.

Para 2019, as duplas podem esperar mais uma novidade: foi apresentada em primeira mão a L200 Triton Sport R, nova picape preparada para competição e homologada FIA.

Sobre a Mitsubishi Cup
A Mitsubishi Cup já realizou mais de 130 etapas e 400 provas de rali cross-country de velocidade desde sua criação, em 2000. Os carros participantes são preparados pela Mitsubishi Motors, única montadora na América Latina que tem uma linha de produção de veículos de corrida. Já são mais de 500 unidades entregues e a marca continuará vendendo os modelos ASX RS, L200 Triton Sport RS e L200 Triton ER, homologados para os principais campeonatos de rali do Brasil, inclusive o Rally dos Sertões.

Os veículos preparados para competição estão disponíveis para venda para os pilotos e equipes com condições especiais. Para mais informações, contate: mitsubishicup@hpeautos.com.br.

Acompanhe as novidades dos ralis Mitsubishi através das redes sociais: Twitter (www.twitter.com/nacaomitsubishi), Facebook (www.facebook.com/Mundomit) e Instagram (@MundoMit). Para mais informações, vídeos, fotos e inscrições, acesse: www.mitsubishimotors.com.br.

A Mitsubishi Cup tem patrocínio de Mapfre, Petrobras, Axalta, Transzero, Clarion, Pirelli, Unirios, Miolo e Made in Silk.

MATERIAIS PARA IMPRENSA
Vídeo release – 
Clique aqui e acesse o vídeo release com imagens e entrevistas da prova.
Fotos – Clique aqui e acesse a galeria de fotos em alta resolução.

RESULTADOS – Mitsubishi Cup
Clique aqui e confira os resultados completos.

Calendário 2018*
1ª etapa: 24 de março – Autódromo Velo Città – Mogi Guaçu (SP)
2ª etapa: 19 de maio – A definir
3ª etapa: 16 de junho – Magda (SP)
4ª etapa: 29 de setembro – Cordeirópolis (SP)
5ª e 6ª etapas: 20 de outubro – Indaiatuba (SP)
7ª etapa: 24 de novembro – Autódromo Velo Città – Mogi Guaçu (SP)
* Datas e locais sujeitos a alterações

 

 
Texto: Assessoria
Foto: Divulgação