DESTAQUES

17 de setembro de 2020
Carioca de Kart começa neste sábado 19/09 em Guapimirim

Temporada 2020 terá 11 categorias nas disputas

O kartismo do Rio de Janeiro terá início neste sábado (19) no Kartódromo Internacional de Guapimirim, sob a chancela da (FAERJ – Federação de automobilismo do Estado do Rio de Janeiro).
Nesta sexta-feira (18) os pilotos poderão realizar trenós e ajustes finais para as disputas de sábado (19) que contam com onze categorias: Cadete Rookie / Cadete / Júnior Menor / Júnior / Sprinter / Sênior / F4 Light / F4 Júnior / F4 / F400 Graduados / F400 Sênior.Como forma de incentivar a garotada que está iniciando, teremos uma divisão Rookie para a garotada estreante com motores sorteados e equalizados! Show garantido pelos nossos pequenos pilotos!
Regra dos pneus:Para facilitar quem tem pneu guardado e quiser economizar, primeira etapa vale novo ou usado.

Na segunda etapa todos os pilotos lacrarão um jogo NOVO para correr a segunda e terceira etapa.

Supervisão da Faerj com comissários especializados e ferramental específico para vistorias.

Somente poderão participar do Campeonato Carioca light de Kart, os pilotos que sejam portadores de Cédula de Identificação Desportiva Nacional, emitida pela Confederação Brasileira de Automobilismo – CBA, dentro do prazo de validade.Os valores de inscrição de cada evento serão passados aos concorrentes através do Regulamento Particular de Prova de cada evento.

Ao fazer a inscrição no 1º evento do Campeonato, o piloto escolherá um dos números disponíveis para o seu kart, que será de seu uso até o final do Campeonato.

Somente poderão participar dos treinos livres oficiais, warm-up, treino classificatório e provas os pilotos devidamente inscritos e com toda a documentação de posse da Secretaria de Prova, ficando ainda essas participações sujeitas à aprovação dos Comissários Desportivos.
CATEGORIAS:
Para a disputa do Campeonato Carioca light de Kart – 2020, os pilotos serão distribuídos em 11 (onze) categorias, a saber:
CADETE ROOKIE – motores sorteados 5,5 HP;
CADETE – motores sorteados 5,5 HP;
JÚNIOR MENOR – motores próprios de 125cc refrigerados a água;
JÚNIOR – motores próprios de 125cc refrigerados a água;
SPRINTER – motores próprios de 125cc refrigerados a água;
SÊNIOR – motores próprios de 125cc refrigerados a água;
F4 JÚNIOR – motores sorteados de 13 HP;
F4 – motores sorteados de 13 HP;
F4 LIGHT – motores sorteados de 13 HP;
F400 GRADUADO – motores próprios de 21 HP;
F400 SENIOR – motores próprios de 21 HP;

INDUMENTÁRIA
Será obrigatório o uso de capacete de proteção com viseira, homologado por órgão internacional reconhecido pela FIA e/ou a critério dos Comissários. Será obrigatório também o uso de macacão homologado pela CIK, além de luvas e sapatilhas de competição. Os pilotos das categorias PMK, PCK, e PJMK deverão usar obrigatoriamente o protetor de pescoço. Nas demais categorias, será recomendado o seu uso. Pilotos com barba e/ou cabelos compridos deverão obrigatoriamente usar balaclava. A indumentária completa deverá ser usada pelo piloto em quaisquer situações nas quais ele esteja utilizando uma pista de kart, mesmo em treinos não oficiais ou de amaciamento de motores. Em caso de chuva poderá usar sobre viseira giratória, mantendo a viseira original. 7.1 – No macacão deverá constar de forma legível, o nome do piloto, seu tipo sanguíneo e fator RH, não podendo em nenhuma hipótese, apresentar furos ou rasgos, e nem deixar expostas partes do corpo. 7.2 – As luvas deverão ser totalmente fechadas, e não poderão em nenhuma hipótese, apresentar furos que venham a deixar expostos punhos, palmas e dedos. 7.3 – A indumentária completa deverá ser apresentada para vistoria durante o “briefing”, ou no momento em que for solicitada. 5 7.4 – Se o Comissário ao examinar qualquer um dos itens acima, julgar que o equipamento não ofereça segurança ao piloto, este poderá, a seu critério, reter o equipamento e devolvê-lo ao final da competição. Assim, o piloto deverá apresentar ao Comissário, outro equipamento em substituição ao previamente reprovado, para que seja usado na competição.

AUXILIARES
Durante a prova permanecerá na pista, somente 01 (um) auxiliar de cada piloto, devidamente identificado pela Organização do evento, que terá a obrigação de empurrar qualquer kart que necessite ser empurrado, e que esteja mais próximo dele do que de outro auxiliar, sob pena de punição para o(s) piloto(s) que esse auxiliar representar.
O piloto é o responsável pelas atitudes de seu auxiliar na pista, podendo estas atitudes acarretar punição ao piloto e até a sua exclusão ou desclassificação da prova.
Assim que os pilotos iniciarem a volta de apresentação, somente poderão permanecer na pista os auxiliares devidamente autorizados e identificados pela Organização.
Será proibida a permanência na pista, de qualquer pessoa que não estiver autorizada para tal. Estas deverão permanecer nos boxes, ou em local determinado pela Organização da prova.
Somente terão acesso à pista as ambulâncias e os veículos de serviço.
Esses veículos somente poderão adentrar a pista após autorização expressa do Diretor de Prova.
Os auxiliares não poderão fazer qualquer tipo de mecânica ou reparo nos karts na pista durante o treino classificatório ou provas. Somente os pilotos podem fazer algum tipo de ajuste emergencial para poderem retornar a prova, desde que não implique na sua segurança e dos demais concorrentes.
Se o kart necessitar de reparos durante o treino classificatório ele deverá permanecer na pista até o seu término, onde poderá ser retirado pelos auxiliares e levado ao Parque Fechado.
Se o kart necessitar de reparos durante a prova, o piloto e 01 (um) auxiliar poderão trazer o kart, sem a utilização de carrinhos, para o Parque de manutenção para fazer o reparo, desde que não ponha em risco sua segurança e dos demais concorrentes e somente com a autorização do Diretor de Prova.

PONTUAÇÃO:
Em cada prova, serão atribuídos pontos aos pilotos, conforme a ordem de chegada, desde que tenha completado ao menos 75% (setenta e cinco por cento) das voltas realizadas pelo vencedor, conforme abaixo:
1º colocado – 11 pontos
2º colocado – 9 pontos
3º colocado – 8 pontos
4º colocado – 7 pontos
5º colocado – 6 pontos
6º colocado – 5 pontos
7º colocado – 4 pontos
8º colocado – 3 pontos
9º colocado – 2 pontos
10º colocado – 1 ponto

Traçado para primeira etapa – Sentido horário

O Campeonato carioca light de Kart 2020, será composto de 03 (três) eventos, com 02 (duas) provas, ou seja, 6 (seis) provas no total, conforme o calendário homologado pela FAERJ.
O Campeonato será disputado no formato de pontos corridos, com direito a 01 (um) descarte de prova (N-1). Assim, ao final do Campeonato, será declarado campeão aquele piloto que tiver mais pontos no somatório de todas as provas, descartando 03 (três) provas.
O descarte será de prova realizada, ou seja, mesmo que o piloto não tenha se inscrito e/ou participado de determinada prova ele poderá descartara.
O piloto que largar na pole position da 1ª prova de sua categoria, receberá a bonificação de 01 (um) ponto, que será́computado na classificação do Campeonato. O grid da 1ª prova será formado pelo resultado da tomada de tempo. O grid da 2ª prova será formado pelo resultado da 1ª prova.
Em caso de empate ao final do evento o critério de desempate será a melhor colocação no treino classificatório para a entrega da premiação.

PREMIAÇÃO
Ao final de cada evento serão distribuídos troféus ou taças aos 03 (três) primeiros colocados de cada categoria.
É obrigatória a presença no pódio dos pilotos a serem premiados de cada categoria, trajando o macacão devidamente fechado. O não cumprimento do disposto poderá implicar em penalização que será aplicada pelos Comissários Desportivos e na não entrega da premiação pelo Promotor.
Quaisquer premiações suplementares ficarão a critério da Organização do evento.
Para que um piloto tenha direito a classificação final do Campeonato e premiação, este deverá ter participado de no mínimo 50% das provas do Campeonato.

Apoiadores :
• Seepil Valves
• Mega Kart
• Programa Warm Up / Priority Conteúdos
• Cinestudio
• MG Tires
• FAERJ
• Kartódromo Internacional de Guapimir

Texto: Luiz Pinheiro
Velocidade Total