GERAL

17 de novembro de 2020
Apesar das dificuldades, Derani destaca lado positivo da temporada do IMSA e projeta 2021 melhor

Brasileiro, que seguirá na Whelen Engineering / Action Express no ano que vem, encerra o campeonato na quarta colocação, com cinco pódios em nove corridas

A última etapa da temporada 2020 do IMSA WeatherTech SportsCar Championship, realizada no sábado (14), não teve o final esperado para o brasileiro Pipo Derani. O piloto e os companheiros Felipe Nasr e Gabby Chaves completaram a 68ª edição das 12 Horas de Sebring na sexta posição.
Três vezes vencedor da tradicional corrida na Flórida, Derani classificou o #31 Whelen Engineering/Action Express Cadillac DPi-V.R na sexta colocação. Nos dois primeiros stints de cada piloto, o time manteve-se entre os Top-5 de forma consistente, chegando a assumir a ponta em alguns momentos. Derani chegou à primeira posição inicialmente na volta 133, com o time fazendo uma boa estratégia durante as bandeiras amarelas, que aconteceram durante a disputa.
Faltando duas horas e meia para o final, o brasileiro travava uma dura batalha com o #6 Acura pela liderança. Na volta 217, Derani superou o rival, mas foi ultrapassado na curva seguinte, quando os dois carros acabaram se tocando lado a lado.
Uma volta depois, Derani tentou uma ultrapassagem similar no mesmo ponto do circuito. Os dois carros novamente se tocaram. No entanto, o #6 acabou rodando, com o brasileiro assumindo a liderança. Os comissários do IMSA, no entanto, aplicaram uma penalidade a Derani pelo incidente.
O brasileiro cumpriu o drive thru, mas na volta seguinte o carro passou a apresentar problemas de direção, forçando Derani a retornar ao pit para o conserto, que acabou custando duas voltas para o time.
Nasr assumiu a pilotagem a 1h30 do final e também tentou de tudo pela recuperação na prova. No entanto, a diferença para os rivais já era muito grande e eles cruzaram a linha de chegada na sexta posição.
“Não era a maneira como gostaríamos de terminar a temporada”, declarou Derani. “Fizemos tudo o que poderíamos. Para vencer o campeonato, sabíamos que precisávamos vencer a corrida, então, fomos agressivos. Infelizmente, desta vez, não funcionou para nós”, lamentou o brasileiro de 27 anos, que seguirá na Whelen Engineering/Action Express ao lado de Nasr na temporada 2021.
“Estamos orgulhosos do ano que tivemos, apesar das dificuldades que enfrentamos durante a temporada. Fomos para a última corrida ainda com chances de vencer o campeonato. Vamos tirar o lado positivo deste campeonato e sermos melhores em 2021”, finalizou o brasileiro.
Derani, que no ano passado foi o campeão do Campeonato Norte-americano de Endurance e tem entre os destaques no IMSA a vitória nas 24 Horas de Daytona (2016) e o tricampeonato nas 12 Horas de Sebring (2016, 2018 e 2019), encerrou o campeonato 2020 na quarta posição. Ao longo do ano, foram cinco pódios nas nove provas, sendo uma vitória e uma pole position, justamente na corrida Sprint realizada em Sebring.
A temporada 2021 do IMSA está prevista para começar entre os dias 22 e 24 de janeiro, com a tradicional 24 Horas de Daytona.
Os melhores nas 12 Horas de Sebring:
1 55 J. Bomarito / H. Tincknell / R. Hunter-Reay (Mazda Motorsports Mazda DPi) 348 voltas em 12:00:36.538
6 J. Montoya / D. Cameron / S. Pagenaud (ACURA TEAM PENSKE / Acura DPi) +10.154
3 77 O. Jarvis / T. Nunez / O. Pla (Mazda Motorsports Mazda DPi) +11.704
4 85 S. Simpson / M. Leist / S. Andrews (JDC-Miller MotorSports Cadillac DPi) + 1 volta
5 5 T. Vautier / S. Bourdais / L. Duval (Mustang Sampling Racing / JDC-Miller Cadillac DPi) + 2 voltas
6 31 F. Nasr / P. Derani / G. Chaves (Whelen Engineering Racing Cadillac DPi) + 2 voltas
7 10 R. van der Zande / R. Briscoe / S. Dixon (Konica Minolta Cadillac DPi-V.R) + 7 voltas
8 7 H. Castroneves / R. Taylor / A. Rossi (ACURA TEAM PENSKE Acura DPi) + 7 voltas
Confira a classificação final da temporada 2020:
1 Helio Castroneves 265
1 Ricky Taylor 265
2 Renger van der Zande 264
2 Ryan Briscoe 264
3 Harry Tincknell 260
3 Jonathan Bomarito 260
4 Pipo Derani 258
5 Sebastien Bourdais 249
6 Dane Cameron 247
6 Juan Pablo Montoya 247
7 Oliver Jarvis 247
7 Tristan Nunez 247
8 Felipe Nasr 232
9 Tristan Vautier 226
10 Joao Barbosa 171

 

Texto: Assessoria
Foto: Divulgação