KART

27 de junho de 2020
Antonella Bassani integra Seletiva Mundial da FIA e Ferrari para jovens pilotas na Europa

Brasileira de 14 anos está entre as 20 selecionadas para o programa “FIA Girls on Track – Rising Stars”, que vai definir uma vaga na Academia de Pilotos da Ferrari e na Fórmula 4. Atividades presenciais acontecem a partir de outubro, na França.

 

A maior presença feminina no automobilismo mundo afora é cada vez mais uma realidade, e o tema tem atenção especial da Federação Internacional de Automobilismo – que vem executando uma série de ações com o objetivo de maior reconhecimento e engajamento de mulheres no esporte. Agora, em parceria com a Ferrari Driver Academy, a entidade anuncia as participantes do programa “FIA Girls on Track – Rising Stars”, que conta com a brasileira Antonella Bassani entre as 20 classificadas para a Seletiva que vai escolher um novo talento entre as jovens pilotas.

“Estou muito feliz por estar entre as selecionadas para o FIA Rising Stars! Temos cada vez mais meninas talentosas, e esse apoio é super importante para que a gente possa trilhar um caminho de sucesso nas pistas. Vou me dedicar bastante e me preparar da melhor forma possível para cada um dos desafios. Com certeza, será um aprendizado e uma experiência incrível”, comentou Antonella.

Considerada uma das revelações do Kart brasileiro, a catarinense Antonella tem um suporte de peso nesse sentido. Desde 2018, ela foi apadrinhada por Bia Figueiredo – pilota com destaque no topo do automobilismo mundial, atualmente competindo na Stock Car – (e seu manager Walter Savaglia), e conta com aconselhamento técnico e estratégico, além de outros aspectos fundamentais para sua evolução na carreira.

“Sem dúvida, essa é uma das maiores iniciativas para preparar meninas para a F1, e fico feliz de ter contribuído para que a Antonella e mais uma brasileira tenham sido escolhidas. Sou mentora da Totti desde 2018, acompanho de perto seus passos, e sei o quanto ela merece uma oportunidade assim”, completou Bia Figueiredo.

Entre seus principais resultados na pista, estão o vice-campeonato do Sul-Americano de Rotax, no Peru e o vice-campeonato Brasileiro de Rotax, ambos em 2016. Com o 8º lugar no Rotax Max Challenge Grand Finals – considerado as Olimpíadas do Kart -, em 2017, em Portugal, Antonella garantiu a melhor colocação de uma brasileira em Campeonatos Mundiais. Além disso, destaque para o título do Open do Brasileiro em 2015 e o pódio em 3º lugar no Campeonato Brasileiro de Kart em 2017, quando conquistou a pole position entre 55 pilotos da Cadete, numa das mais competitivas e numerosas edições do evento, e muitos outros títulos regionais.

A trajetória de Antonella também é marcada por uma grande superação. Em 2013, a pilota sofreu um grave acidente, em Tarumã, quando capotou e ficou presa embaixo do kart. Ela teve de fazer uma delicada cirurgia no pulmão, mas conseguiu recuperar-se completamente e voltou às pistas ainda mais forte, sendo campeã gaúcha no ano seguinte.

Com mais de 70 inscritas do mundo todo, o “FIA Girls on Track – Rising Stars” selecionou 20 meninas entre 12 e 16 anos para as próximas fases. Além de Antonella, o Brasil também conta com Julia Ayoub entre as concorrentes.

O “Shoot Out” será realizado em outubro, no circuito de Paul Ricard, na França, com 2 dias de testes de kart, além de desafios físicos, mentais e de media training, da qual sairão 12 pilotas para o 1º Training Camp, com 4 dias de atividades. Na sequência, ficam apenas 8 pilotas para o 2º Training Camp, com mais 4 dias de desafios. Na fase final, as 4 melhores pilotas competem por uma vaga na Academia de Pilotos da Ferrari, com todo o suporte para o desenvolvimento de carreira e a provável participação em uma temporada de Fórmula 4 na Europa. O anúncio da vencedora está previsto para dezembro.

Para mais informações, siga @antonella_bassani no Instagram e o facebook.com/bassaniantonella.

Texto: Assessoria
Foto: Divulgação